ESCREVER SOBRE VOCÊ É FÁCIL…

Escrever sobre você é fácil. Eu posso falar dos seus cabelos escuros e fazer alguma comparação, posso falar que ele traz um ar de mistério ao teu ser. Ou eu posso ser cliché e falar do teu sorriso, de como ele é lindo e que ele traria alegria ao meu dia-a-dia. Posso fazer alguma analogia com os teus olhos negros, falar que ele são tão profundos como o mar, posso complementar a analogia e falar que é capaz de eu me perder se ficar olhando-os por muito tempo. Posso deixar o fim desse parágrafo fofo e falar que eu não me importo de me perder, desde que eu me perca com você.
 
Posso me aprofundar e falar sobre a tua personalidade, que aparenta ser calma e leve, mas carrega traumas passados e um coração cheio de remendos. Posso falar que você não gosta de se entregar e tem uma pose de durona, mas por dentro se remói com umas declarações ditas ao pé do ouvido, seu coração tem uma casca dura, mas por dentro é gelatina. Posso falar da tua aparência frágil e da voz firme.
 
Eu posso abrir esse parágrafo voltando a falar um pouco da tua aparência de como as tuas unhas estão sempre bem feitas, das tuas pulseiras que trazem um visual hippie à ti, das tuas roupas que complementam o visual e trazem leveza ao teu ser. Posso falar de como você deve tirar mil fotos até alguma ficar boa o suficiente para ser postado no Instagram, de como você fica de olho pra ver se não vai aparecer um comentário de algum cara interessante, ou se aquele boy curtiu a foto.
 
Posso falar do teu humor que varia como a maré e falando em maré, eu posso falar de como você combina com areia e mar, de como você se sente em casa quando bota os pés na areia. Posso falar de como os teus cabelos finos se esvoaçam com o menor vento, tornando a tua presença um complemento perfeito a qualquer paisagem. Eu posso falar do teu tamanho que aparentemente se encaixa perfeitamente no espaço sobressaliente na minha cama quando deito. Para saber se isso é verdade precisaríamos testar.
 
 
Poderia elaborar um pouco mais esse convite, falar que nos esconderíamos embaixo das cobertas a noite toda, evitando um pouco os nossos amigos, teremos um tempo só para nós, fugiríamos da realidade. A gente poderia comer pizza ou eu peço China In Box, cozinhar estaria fora de cogitação, odeio lavar louça e a máquina de lavar está sem sabão.
Escrever sobre você é fácil, você gosta de poesia, mas virou prosa nas minhas linhas, não me dou bem com versos, sou prolixo, falo muito. Gosto dos detalhes, adoro enriquecer as histórias, não gosto de expressar o que sinto em poucas palavras, parece que acabo esquecendo de algo. Tenho dificuldade em resumir meus textos, principalmente quando o texto é sobre você. Escrever sobre você é fácil. O difícil é a gente se encontrar.
 
Ps.: Escrevi isso tudo sem troca uma palavra contigo. Imagina do que serei capaz quando te conhecer.
 
-Bruno Amador

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*